Ver tudo

Kazuhiro Egawa: Primeiro estrangeiro eleito cidadão de Ipatinga!

A Câmara dos Vereadores de Ipatinga, no Vale do Aço, elegeu por unanimidade o diretor para as Américas da Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC), Kazuhiro Egawa, como cidadão honorário da cidade. Esta é a primeira vez que um estrangeiro recebe o título. A votação foi iniciativa do presidente do órgão, Nardyello Rocha. “A comemoração dos 55 anos de funcionamento do primeiro alto forno da Usiminas, sendo todo ele com tecnologia japonesa, nos faz lembrar da importância que os japoneses tiveram na história da empresa, que, na realidade, iniciou-se antes mesmo da história da cidade. Hoje, Egawa preside umas das maiores acionistas da Usiminas, que é a mola mestra da economia do nosso município. Tudo isso, somado à crescente expectativa de que esta empresa estará sempre estreitando laços com a comunidade”.

O título foi entregue ao diretor durante cerimônia no Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, no dia 19 de dezembro de 2017. Para Egawa receber o título de cidadão honorário é uma grande emoção. “Recebo este homenagem em nome de todos os japoneses que atravessaram terras e muitas barreiras para chegar ao Brasil e construir Ipatinga junto aos brasileiros. É uma imensa honra fazer parte dessa história. Ao povo de Ipatinga agradeço pela sempre calorosa recepção e reafirmo meu compromisso em fazer da cidade  e da Usiminas ainda melhor”, disse. O Projeto de Resolução n° 35/2017 foi protocolado e entrou em vigor. A cerimônia de entrega do título ainda será definida pelo órgão.

Leia o discurso na íntegra do diretor para as Américas da Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC), Kazuhiro Egawa, durante o evento para receber o título de Cidadão Honorário de Ipatinga.

Senhoras e senhores, boa noite.

Ao saber que a honra de ser um Cidadão Honorário de Ipatinga havia sido concedida à minha pessoa, meu coração se encheu de gratidão.

Gratidão, diz o ditado, dá sentido ao nosso passado, traz paz ao presente e nos permite sonhar com o amanhã.

E creio, esse é o sentimento comum de todos os merecidos homenageados deste ano – que estão aqui presentes.

Eu recebo essa honraria como um reconhecimento não somente a minha pessoa, mas a todos os japoneses que, junto com os brasileiros de Ipatinga e de Minas Gerais, vêm construindo ao longo dos últimos 60 anos uma das mais belas histórias de parceria, de amizade e de grandes realizações.

A história dessa união entre brasileiros e japoneses se traduz em uma das mais admiradas e representativas empresas: a Usiminas.

A Usiminas é uma realização de muitos significados.

Para Minas Gerais e os mineiros, representou o grande e decisivo passo rumo à industrialização e à modernização desse grande estado, justificando o enorme orgulho que sua gente dedica a esta empresa.

Para nós, japoneses, foi um acontecimento histórico. Foi o primeiro acordo assinado pelo nosso país com uma nação amiga e o primeiro investimento privado de uma empresa japonesa naqueles importantes anos do pós-guerra.

Por isso, e antes de tudo, quero agradecer ao povo de Minas e em particular ao povo de Ipatinga por ter nos recebido de forma tão acolhedora ao longo dessas seis décadas de convivência.

Hoje, esse reconhecimento traz paz ao coração de quem ainda tem a Usiminas como o primeiro e único investimento no Brasil.

De nossa parte, sempre vimos a Usiminas como brasileira. Somos especialmente orgulhosos de termos ajudado a construir uma empresa que não só produz aço de grande qualidade, mas também desenvolve profissionais brasileiros capacitados para competir mundialmente.

Essa capacidade foi comprovada recentemente.

A Usiminas hoje se recupera de tempos difíceis, que exigiram medidas duras, cheias de responsabilidade. Foram decisões tomadas nos últimos dois anos, comandadas pelo presidente na época, o senhor Rômel de Souza.

Essas ações reconduziram a empresa para um momento de prosperidade. Uma recuperação que tem resultados hoje. E é conduzida com competência pela direção atual, para felicidade de todos.

Para mim, como cidadão honorário de Ipatinga, e para a Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation, a Usiminas está em primeiro lugar.

Isso significa olhar para a empresa com cuidado, pensando na sua sustentabilidade e na garantia de seu futuro.

Nossa visão de futuro é de uma Usiminas cada vez mais forte, mais sólida, mais robusta, mais preparada e pronta para vencer os desafios trazidos pelo mercado. E, assim, garantir mais prosperidade à cidade de Ipatinga.

Hoje, tomo a liberdade de compartilhar essa honrosa homenagem com todos os que querem o bem da Usiminas e o bem de Ipatinga.

Encerro o meu discurso de agradecimento lembrando que sempre trabalhamos nesse objetivo. Fizemos isso com um grande espírito de aventura ontem. Estamos fazendo com grande confiança hoje. E estaremos fazendo sempre, com dedicação e respeito, pelos próximos 60 ou 600 anos.

Muito obrigado a todos.